Arquivado em la Categoría » berço bebê «

Tuesday, January 22nd, 2013 | Author:

Berço: com balanco, o modelo Mil Cores e de MDF e madeira macica laqueada de branco (com opcoes em 25 cores), grade fixa e estrado com tres alturas (1,45 mx 92 cmx98 cm), R$ 1480. Kit de berco: de pique com aplicacoes bordadas, R$ 400 (inclui tres protetores e edredom), e pelicano de plush, R$ 82, tudo da Kokada.

Compartilhe no:
  • Orkut
Wednesday, December 19th, 2012 | Author:

A primeira estrada:

O pequeno Gilberto, de 2 anos e meio, tem se divertido a valer com a bela decoração que a mamãe Samira preparou para seu quarto. Feitos sob medida para a comodidade do garotão, os móveis foram projetados com exclusividade para que todas as suas necessidades fossem atendidas. Uma bancada de estudos, que conta com prancha para, no futuro, comportar o teclado do computador, sustenta três prateleiras através de uma barra cilíndrica cromada e um compartimento com porta de vidro jateado, que pode acomodar acessórios. A cama fica integrada a um baú, deixando o quarto mais organizado. Para os aparelhos eletroeletrônicos, a saída foi criar uma estante com nichos para TV, vídeo, som e também para bichos de pelúcia e CDs. A minipoltrona oferece conforto enquanto Gilberto aprecia as figuras ilustrativas dos livros infantis. A parede da cama recebeu textura na cor cru, contrastando com o bege das demais.
Confeccionadas em algodão, a roupa de cama e a cortina, presa por um varão, trazem carrinhos, que definem a masculinidade da decoração, também representada pelo abajur de madeira e pelo tapete. Os puxadores cromados em forma de espiral proporcionam modernidade, podendo fazer parte da decoração até mesmo quando o menino for adolescente.
Projeto, Caroline Romano; móveis e puxadores, Marcenaria Thierry; abajur, confecção da roupa de cama, cortina, quadro de madeira com o nome e tapete, Kits for Baby; lustre e puxadores, Laboratório da Luz; minipoltrona, presente de familiares.

Compartilhe no:
  • Orkut
Monday, October 01st, 2012 | Author:

Acessórios: os mobiles devem ficar 1,50 m acima do colchão. Cortinados não devem ter tamanho exagerado para evitar que sejam puxados para dentro do berço. A tinta empregada na sua pintura não deve ser tóxica. Caso o berço tenha pertencido a outra criança, deve receber uma revisão quanto à resistência e segurança. Travesseiros não devem ser usados antes dos dezoito meses.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: berço bebê  | Tags:  | Deixe um comentário
Saturday, September 29th, 2012 | Author:

Colchão: deve ser do tamanho do berço. Dois centímetros no máximo é o espaço que deve haver entre o colchão e as grades, e as extremidades. O mais aconselhável é o de espuma de borracha com ventilação lateral. Prefira os que têm um lado plastificado, ou use protetores de colchão.

Compartilhe no:
  • Orkut
Thursday, September 27th, 2012 | Author:

Extremidades: as tábuas devem ser lisas. Os rodízios devem ser fixados apenas em dois pés. Se for nos quatro, deve haver um sistema de travas para que os movimentos do bebê não o tirem do lugar.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: berço bebê  | Tags:  | Deixe um comentário
Tuesday, September 25th, 2012 | Author:

Grades: devem ser altas, fortes e separadas por 5 a 6 cm para impedir a introdução da cabeça do bebê. No caso de grades removíveis, a trava não deve se soltar facilmente. Devem ficar a 50 cm do colchão para evitar possíveis quedas. Não deve ter barras horizontais, prateleiras ou enfeites para evitar que a criança suba.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: berço bebê  | Tags:  | Deixe um comentário
Sunday, September 23rd, 2012 | Author:

Não se sabe bem quando ele nasceu. Uma coisa é certa, porém. O primeiro berço surgiu quando se percebeu que o balanço, igual ao colo da mãe, fazia o bebê dormir logo. Daí também vem o significado da palavra berço, derivada do francês berceau, parente próxima de berceuse, que significa canção para embalar, acalanto. Muito antes de se criar o berço, porém, já havia preocupação com a proteção do bebê. Podiam ser cestos, como o em que Moisés foi colocado no rio Nilo e de onde deriva a cesta moisés, tão em moda hoje. Podiam ser de pedaços verticais de cascas de árvores usadas pelos índios da América do Norte. Ou escavado em tronco de árvores, com orifícios ao longo das bordas, para passar correias e evitar que o bebê caísse, usado pelos camponeses gregos no final do século IX.
Os bebês chineses também tinham sua cesta, feita de vime. Dispunham até de modelos mais luxuosos, com um pequeno aquecedor de carvão sob os pés. Parece incrível, mas até escudos guerreiros serviram para essa função: foi num deles que o primeiro príncipe de Gales foi apresentado a seus súditos. Até que, num belo dia, provavelmente numa agradável tarde de verão, um britânico teve a brilhante idéia de colocar algo que envolvesse o bebê, um pano, talvez, entre os ramos das árvores para que o vento o embalasse. A idéia deu tão certo que até os adultos a adotaram. E daí para o berço foi apenas um passo. Os primeiros aparecem pendurados nas duas extremidades com ganchos de argola. A partir do século XVIII ganham um pé, como se fosse uma cadeira de balanço, só que oscilando da direita para a esquerda. E logo surgiu, entre as famílias nobres, a figura da embaladeira. Uma mulher, ou às vezes até duas, com a exclusiva finalidade de embalar o berço do recém-nascido. Vidoeiro, a árvore do nascimento que afasta os maus espíritos, era a madeira da qual ele deveria ser feito. Alguns berços medievais eram cópias em miniatura da cama dos adultos. Outros, reais, eram decorados com coroas de ouro, entalhes representando as casas de seus pais, ou, ainda, emblemas marciais. Esse era o tema da decoração do berço de Henrique IV, da França, como a sugerir que deveria seguir a carreira militar.
Daí para a frente, essas cestas ou meias esferas vão ganhando desenhos com fundos simbólicos, como aves voadoras, águias ou pelicanos, barcos, ou, ainda, ovos enfeitados. Perdem o balanço, vão sendo incorporados ao mobiliário de quarto e passam a acompanhar os estilos dos móveis de cada época. Seja que estilo tiver, o berço representa um papel muito importante na vida do bebê. Ele é a passagem entre o interior do útero da mãe para o mundo exterior. É o primeiro espaço só dele, onde se movimenta com segurança, onde demonstra suas reivindicações, onde acorda e brinca. É aí que ele vai começar a se desenvolver, do primeiro estágio ao mais avançado. É aí, mais tarde, que ele vai se sentar apoiado nas grades. Começar a segurar nelas para ficar em pé. E arriscar soltar-se delas para dar seus primeiros passinhos. O berço é o único lugar que pode substituir o colo da mãe. É o ninho do bebê, o lugar que reconhece com seu cheirinho e com seus brinquedos. O seu lar. Por isso, é muito importante observar certos detalhes que vão dar segurança ao bebê quando ele estiver no berço.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: berço bebê  | Tags:  | Deixe um comentário
Friday, September 21st, 2012 | Author:

Sob as mais diferentes formas através dos tempos, o berço sempre teve o mesmo significado: é o ninho do bebê, o pequeno mundo que lhe dá segurança e proteção. Escolher o melhor berço para ele tem sido preocupação de todas as mães por muitos séculos. Conheça aqui um pouco da sua história.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: berço bebê  | Tags:  | Deixe um comentário
Monday, September 03rd, 2012 | Author:

Agora, os móveis. Se o berço for laqueado, pinte a cabeceira e os pés de uma cor e as laterais de outra. A pintura da cômoda segue as mesmas cores da cabeceira e as gavetas podem ser da mesma cor das laterais do berço.

Se o berço tiver grades roliças, tipo tubos de madeira, aproveite para pintar uma grade de cada cor. Para combinar, uma cor para cada gaveta da cômoda. Um verdadeiro arcoíris!

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: berço bebê  | Tags:  | Deixe um comentário
Saturday, August 18th, 2012 | Author:

Nuvens e carneirinhos embalam o sonho e a fantasia do nenê, nos 9 m2 deste quarto, ambientado por Joy Garrido. A forraçâo do teto, em papel de parede Choice, e o branco das paredes dão idéia de mais amplitude no aposento. Berço em laca da Babylandia. Cortina de pois, em tecidos Formatex.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: berço bebê  | Tags:  | Deixe um comentário